+55 81 3418-1180
Rua do Riachuelo, 105 - Recife-PE
contato@bastademortesnotransito.com.br
Top

Sobre o projeto

Acidentes, por definição, ocorrem por uma fatalidade, uma imprevisibilidade. De maneira diversa, a ocorrência de incidentes está atrelada a várias causas já conhecidas e o desafio de uma política pública séria é diminuir as falhas na segurança que contribuem para que estes incidentes ocorram, sobretudo, aqueles que ocasionam a morte. Para estes a preocupação deve ser intensa e a vigilância total. Etilômetro, cinto de segurança e direção defensiva foram avanços nesse sentido.
       Hoje, no Brasil e em Recife, a morte frequente de pessoas, vitimas de colisões ou atropelamentos, já se configuram uma banalidade estatística pela falta de atenção do poder público para esta questão. Segundo dados do Datasus, perdemos tantas vidas em decorrência de incidentes de trânsito quanto perdemos em decorrência de homicídios, no Recife. Os dados de 2014 (dados preliminares do Datasus) mostram um quadro estarrecedor: 560 mortes no trânsito. São 34,6 mortes para cada 100 mil habitantes. A média do Brasil é de 23,4 mortes para cada 100 mil habitantes. Apesar dos dados, a chacina no trânsito do Recife é desconsiderada pelo poder público e pela imprensa.
Dada a preocupante situação, é extremamente necessário que os dados estejam disponíveis ano a ano e de maneira qualificada. Para entender o problema e melhor combatê-lo é preciso saber, além da quantidade de mortes, em que modal essas pessoas morrem, onde elas morrem e em que circunstâncias ocorrem. Este site tem o objetivo de tornar público o número de vitimados no trânsito de Recife e sensibilizar a sociedade civil e o poder público para o tema como problema de saúde pública.
Indicadores

PARA ENTENDER OS

GRÁFICOS E INDICADORES

Os números da violência no trânsito do Recife são estarrecedores. A situação é ainda mais preocupante pela falta de dados confiáveis. Para o #bastademortesnotrânsito, utilizamos duas fontes de dados oficiais, porém ambas ainda são incompletas: a da prefeitura da Cidade do Recife, através da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) e a do Datasus, sistema do Ministério da Saúde.
Separamos as estatísticas de mortes no trânsito de duas maneiras: o Mapa da Violência, ferramenta que, através de um mapa de calor, gera dados de densidade, ou seja, da concentração de colisões e atropelamentos por modal (automóveis, pedestres, ciclistas, etc…) na ocorridos na cidade do Recife; e os Indicadores da Violência, gráficos que nos mostram o resultado de dados mais precisos sobre as estatísticas de mortes, ao longo dos anos, por sexo, faixa etária e modal.
Confira

HISTÓRIA DAS VÍTIMAS

Pessoas morrem no trânsito todos os dias. As vitimas da violência não são números, têm rosto e têm uma história.
São centenas de famílias que perdem seus entes queridos no trânsito do Recife todos os anos. São pais e mães, filhos e filhas, irmãos e irmãs, amigos e amigas.
Você já perdeu algum amigo ou familiar, vítima do trânsito violento do Recife?
Se sim, te convidamos a compartilhar um pouco sobre sua vida para que sua morte não seja apenas mais uma estatística.
Conte-nos sua história e nos ajude a dar rosto e nome à tragédia diária nas ruas do Recife.
Esperamos seu contato através do formulário.
CONTE A HISTÓRIA DA SUA VÍTIMA

O QUE PODE SER FEITO

Os números da violência no trânsito do Recife são inaceitáveis. E, ao contrário do que se costuma pensar, não refletem tragédias imprevisíveis, obras do acaso. A maior parte das colisões e atropelamentos que acontecem diariamente poderiam ser evitados com mudanças na infraestrutura, na fiscalização e na educação do trânsito. O poder público tem o dever de intervir em busca da paz no trânsito. Conheça aqui textos e análises que mostram como.

LEIA MAIS

QUER AGIR? PRESSIONE OS(AS) NOSSOS(AS) CANDIDATOS(AS) A PREFEITO.

PREFEITOS, ASSINEM A CARTA-COMPROMISSO COM UM TRÂNSITO MAIS HUMANO!

Nos dias 9 e 10 de julho, foi realizada a primeira Conferência Livre de Mobilidade do Recife – Colmob.re. Com 180 participantes, representando 79 grupos, coletivos, movimentos e organizações sociais locais e nacionais, tivemos a oportunidade de elaborar um um documento final com 30 propostas a ser apresentado aos prefeituráveis deste ano.

Agora é hora do povo mostrar que uma cidade com uma mobilidade de verdade é preciso. É nesse período eleitoral que os candidatos ficam mais vulneráveis, querendo conquistar os votos da gente. A próxima gestão municipal tem que estar comprometida não somente com quem anda de carro! Por isso, pressione agora mesmo enviando um e-mail para os(as) candidatos(as) a prefeito(a) do Recife pedindo o comprometimento com as propostas criadas na Colmob.re!”

PRESSIONE SEU CANDIDATO

QUEM FAZ PARTE DESSA CAMPANHA:

mkdf-team-image

Observatório do Recife

Mobilizar a sociedade para selecionar, propor e monitorar um conjunto de indicadores e metas que se constituam numa agenda de desenvolvimento sustentável para o Recife e que levem a transformá-la numa cidade melhor para se viver, socialmente justa, ambientalmente equilibrada e economicamente viável.

mkdf-team-image

Ameciclo

A Associação Metropolitana de Ciclistas do Grande Recife tem como principais eixos de ação o fomento ao uso de bicicletas e a democratização das vias públicas. Nesses termos, pretendemos atuar politicamente por meio de atividades educacionais, desportivas e culturais num único mosaico em que a prioridade seja a conscientização do caráter público do tecido urbano e a necessidade de humanizá-lo por meio da convivência pacífica entre as diferentes modalidades de transporte.

mkdf-team-image

Meu Recife

A Rede Meu Recife é uma rede de Ativismo e Mobilização Social que quer fomentar a participação social nos cidadãos recifenses através da identificação de oportunidades de ação social.

mkdf-team-image

Cicloação

Uma ferramenta de difusão das atividades de cicloativistas, um canal de embate à carrocracia, um coletivo de cicloação, uma ode à cultura da bicicleta. Somos ciclistas por um trânsito mais humano.

mkdf-team-image

FLPT-PE

A Frente de Luta pelo Transporte Público de Pernambuco é uma frente que reúne organizações, coletivos, estudantes e trabalhadores (as) do transporte e atua na defesa do Transporte Público e Coletivo e por uma mobilidade para todos (as).